Moradores do Reino Unido farão dois testes de Covid-19 por semana, diz primeiro-ministro

Com programa de testagem, os casos sem sintomas serão descobertos rapidamente, e a transmissão será interrompida, afirma Boris Johnson.

Por: Sophia Bernardes | 05 abril - 14:35

Nesta segunda-feira (5), o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, afirmou que todos os moradores do Reino Unido poderão fazer teste de Covid-19 duas vezes por semana, em uma nova campanha para rastrear a pandemia conforme os negócios são reabertos e a vacinação avança em ritmo rápido.

Boris afirmou que o novo programa de testes em massa romperá a onda de transmissões ao detectar casos sem sintomas.

Testes para detectar Covid-19

Foto: Agência Brasil

Plano de restrições

Com grande parte da Europa entrando em lockdown para lidar com o aumento de casos, Boris Johnson determinou um plano escalonado para aliviar as restrições nos próximos meses, em um grande impulso para um dos países mais afetados durante a pandemia.

Em comunicado, “À medida que continuamos a fazer um bom progresso em nosso programa de vacinas e com nosso roteiro para aliviar cautelosamente as restrições em andamento, a testagem rápida regular é ainda mais importante para garantir que esses esforços não sejam desperdiçados”.

De acordo com o governo, os testes serão enviados para residências e empresas, ou retirados em farmácias e centros de testagem.

A ampliação de testes auxiliará as autoridades de saúde a rastrearem a pandemia enquanto o país alivia as restrições lentamente após um lockdown rígido de quatro meses.

Boris Johnson deve anunciar a reabertura dos setores de varejo, hospitalidade ao ar livre e cabeleireiros no dia 12 de abril na Inglaterra, enquanto um sistema de cores será usado para viagens internacionais com com base nos níveis de infecção e vacinação dos países.

`Passaporte´ para eventos públicos

Estão sendo testados “passaportes” de vacinação para que as pessoas possam frequentar eventos com público.

O Reino Unido está em condições de buscar uma recuperação econômica depois que aplicou doses das vacinas da AstraZeneca e da Pfizer em bem mais da metade da população adulta.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Putin assina lei que lhe permite concorrer a mais dois mandatos presidenciais na Rússia

Butantan entrega novo lote com 1 milhão de doses da Coronavac ao Ministério da Saúde

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você