Monique Medeiros muda versão da história e diz que Jairinho é agressivo

A mãe de Henry Borel afirmou que havia sido orientada a mentir no depoimento à Polícia

Por: Bianca Antunes | 26 abril - 13:40

Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, presa desde o dia 8 de abril sob acusação de acobertar a morte do filho, mudou sua versão dos fatos em uma carta de 29 páginas escrita no hospital penitenciário em que se encontra após contrair covid-19.

Ela havia defendido o namorado anteriormente, mas agora o descreve como ciumento e agressivo, além de ter declarado que foi “orientada a mentir sobre a noite da morte”. A informação foi divulgada pelo Fantástico, da Rede Globo.

Foto: Reprodução/Instagram

Monique ainda disse que o companheiro chegou a persegui-la e a enforcá-la enquanto dormia. “Lembro de ser acordada no meio da madrugada, sendo enforcada enquanto eu dormia na cama ao lado do meu filho”, diz. “No dia seguinte ele pediu desculpas, disse que me amava muito.”

De acordo com ela, esse caso de violência teria sido causado por ciúmes. Sobre o dia da morte, Monique relata que Jairinho havia dado remédios para que ela dormisse. “De madrugada, ele me acordou dizendo que encontrou Henry no chão e que meu filho estava respirando mal. Meu filho estava de barriga para cima, com a boca aberta e olhando para o nada. Ele estava mãos e pés gelados. Jairinho disse que ouviu um barulho e encontrou o menino no chão. Enrolei o Henry em uma manta e corri para a emergência, mas em nenhum momento achei que estava carregando meu filho morto”, escreveu.

“Nunca acobertei maldade ou crueldade em relação ao Henry. Nunca encostei um dedo nele, nunca bati no meu filho, eu fui a melhor mãe que ele poderia ter tido. Minha vida hoje não faz mais sentido alguns”, completou Monique. Veja aqui a carta na íntegra. 

LEIA MAIS:

Início do processo de cassação de Dr. Jairinho será decidido hoje na Câmara dos Vereadores

Ministério Público não irá ouvir mãe de Henry antes do fim do inquérito

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você