Monique Medeiros, mãe do menino Henry, é diagnosticada com covid-19 dentro da prisão

A ex-professora foi encaminhada para o Hospital Penal Hamilton Agostinho para receber tratamento adequado

Por: Leonardo Fernandes | 20 abril - 08:42

Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, foi diagnosticada com covid-19 dentro do complexo presidiário Gericinó em Bangu, onde está presa desde o início de abril. Monique é acusada de envolvimento na morte de Henry no começo de março, e por supostamente atrapalhar as investigações da polícia. A ex-professora e o vereador Dr. Jairinho estão sob suspeita de terem assassinado a criança de 4 anos.

De acordo com a Seap (Secretaria de Estado de Administração Penitenciária), Monique solicitou atendimento médico antes de ser constatado que havia contraído a doença. Medeiros foi levada para o Hospital Penal Hamilton Agostinho, dentro do próprio complexo em que está presa, para fazer acompanhamento médico.

Monique Medeiros, mãe de Henry, usando máscara preta.

Foto: Reprodução/Twitter

Confira a nota da Seap logo abaixo*:

“A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária esclarece que, após solicitar atendimento médico, a interna Monique Medeiros foi encaminhada, nessa segunda-feira (19/04), ao Hospital Penal Hamilton Agostinho, no complexo de Gericinó em Bangu. No local, a mesma foi diagnosticada com a covid-19 e, inicialmente, seguirá internada para fazer o acompanhamento médico”.

Atualmente, Monique está com nova defesa contra as acusações do caso Henry. Os novos advogados insistem que Medeiros seja escutada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro mais uma vez, e o delegado Henrique Damasceno é quem decidirá acerca do pedido.

*Com informações do UOL Notícias

Leia mais notícias:

Dr. Jairinho tem novo advogado após antiga defesa abandonar o caso

Caso Henry: Laudo apontou 23 lesões no corpo da criança

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você