Metroviários de São Paulo anunciam greve sanitária no próximo dia 20/4

Categoria pede ao governo estadual a vacinação contra a covid-19 dos trabalhadores

Por: Murilo Amaral Feijó | 08 abril - 17:44

Na última quarta-feira (7), o Sindicato dos Metroviários de São Paulo se reuniram através de assembleia virtual e aprovaram o decreto de uma Greve Sanitária no próximo dia 20/4.

A categoria afirma que o governador João Doria (PSDB) e a Direção do Metrô “ignoraram o Plano de Emergência apresentado pelo Sindicato e não vacinaram os metroviários, embora sejam trabalhadores essenciais”.

Metrô chegando na Estação Sumaré da linha verde.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A reunião do Sindicato contou com a participação de funcionários da ViaMobilidade e ViaQuatro, empresas pertencentes ao grupo CCR que administram, respectivamente, a Linha 6 Lilás e Linha 4 Amarela do metrô de São Paulo.

Os trabalhadores do setor, que não deixaram de trabalhar desde o início da pandemia de covid-19, reivindicam a inclusão dos metroviários na vacinação prioritária contra o coronavírus. Profissionais da educação e da segurança pública já fazem parte do grupo prioritário da vacinação, no estado de São Paulo.

Wagner Fajardo, um dos coordenadores-gerais do Sindicato, afirmou: “Já tivemos 22 mortes, quase 1.500 contaminados nas seis linhas e o que pretendemos com essa mobilização é que o governo inclua os trabalhadores de transporte no calendário de vacinação no grupo prioritário”.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

População abaixo da linha da pobreza triplica; cenário atinge 27 milhões de brasileiros

Trabalhadores autônomos foram os mais afetados pela pandemia em 2020, aponta pesquisa

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: