Megaferiado em São Paulo não melhorou o isolamento social

Os dados foram divulgados pelo Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo Estadual

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 03 abril - 15:03

Segundo dados divulgados na sexta-feira (2) pelo Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo Estadual, o índice de isolamento social na cidade de São Paulo não melhorou com o megaferiado criado pela prefeitura da cidade.

A taxa de isolamento ficou estagnada em 44% entre os dias 26 de março e 1º de abril.

Cidade de São Paulo com medidas restritivas e população circulando nas ruas

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Essa proporção registrada é a mesma do da semana anterior, dos dias 19 a 25 de março.

Se for comparado os dias do final de semana com os dias da semana do feriado prolongado, os números não surtem o efeito esperado pelo governo de São Paulo. 

  • 42% na sexta-feira (19) e 42% na sexta-feira (26)
  • 46% no sábado (20) e 45% no sábado (27)
  • 51% no domingo (22) e 50% no domingo (28)

Os feriados adiantados foram o de Corpus Christi, de 2021 e 2022, da Consciência Negra de 2021 e 2022, além do aniversário da cidade de São Paulo do ano que vem. A intenção era diminuir a circulação de pessoas nas ruas e evitar a maior propagação do coronavírus. 

O estado de São Paulo registrou mais de mil mortes por Covid-19 em 24 horas pela terceira vez seguida e ultrapassou, na quinta-feira (1º), o total de 75 mil vidas perdidas desde o começo da pandemia. 

Até agora foram registradas mais de 31 mil pacientes internados com Covid-19 ou suspeita da doença nas redes pública e privada. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado é de 92,2% e na Grande São Paulo, a porcentagem é de 91,8%.

LEIA MAIS

Prefeituras em São Paulo gastam mais de R$ 800 mil com ‘kit covid’

São Paulo: 42% dos idosos de 68 anos foram vacinados

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você