Maioria dos brasileiros acreditam que igrejas devem fechar em meio à pandemia

São 55,1% os brasileiros que concordam que as igrejas deveriam ficar fechadas como forma de combate ao contágio do coronavírus

Por: Bianca Antunes | 27 abril - 17:14

A maioria dos brasileiros concorda com o fechamento de igrejas e templos religiosos durante a pandemia para conter a disseminação do coronavírus, aponta estudo realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas.

São 55,1% os brasileiros que concordam que as igrejas deveriam ficar fechadas como forma de combate ao contágio do coronavírus. Por outro lado, 41,4% não concorda com a medida, e 3,5% não sabe ou não opinou.

Mulher de costas com as mãos levantadas e rezando em igreja. Na frente, virado para ela, está um padre de máscara branca e batina verde e amarela

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A faixa etária que mais discordou do fechamento das instituições, foi a de 60 anos ou mais com 45,2%, contra 50,9% que concordou. Em questão de gênero, 51,1% dos homens e 58,3% das mulheres concordam com o fechamento das instituições religiosas.

Além disso, todos os níveis de escolaridade concordam com o fechamento das igrejas no momento, sendo ensino fundamental (54,5%), ensino médio (55,1%) e ensino superior (5,7%). Os jovens de 16 a 24 anos também foram os que mais concordaram, sendo 64,9% deles a favor do fechamento.

Todas as regiões do país também concordam com a medida, sendo o sudeste a região que mais esteve a favor do fechamento, com 57,6%.

LEIA TAMBÉM:

‘É essencial que as igrejas continuem abertas’, diz presidente da Unigrejas

Bolsonaro diz que espera que igrejas continuem abertas durante a pandemia

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você