Lixo acumulado, incluindo instrumentos hospitalares, aparece em praias do Rio Grande do Norte

A praia de Pipa, uma das mais frequentadas do estado, também foi afetada

Por: Murilo Amaral Feijó | 23 abril - 20:09

Na quarta-feira (21), toneladas de lixo acumulado apareceram nas praias do litoral sul do Rio Grande do Norte. As principais praias afetadas são: Nísia Floresta, Tibau do Sul, Canguaretama, Baía Formosa e a famosa praia de Pipa.

Segundo relato de moradores que recolheram o lixo, foram encontrados sapatos, embalagens e até lixo hospitalar. Até esta sexta-feira (23), o lixo ainda não foi retirado totalmente.

Lixo acumulado na orla de praia no Rio Grande do Norte

Foto: Reprodução/Twitter

Segundo a secretária de Meio Ambiente, Maria Bernadete Souza, apenas em Baía Formosa, mais de uma tonelada de lixo foi recolhida. Ela afirmou que o caso será encaminhado ao Ministério Público e ao Ibama.

Os moradores que ajudaram na limpeza das praias acreditam que o lixo pode ter vindo de Pernambuco. “Tem uma mochila de uma escola municipal de Recife, tem um título de eleitor de uma pessoa de Recife e o cartão de um restaurante de lá também. Isso tudo nos fez crer que o lixo está vindo de Pernambuco”, explicou Rubens Araújo, morador da região.

Ainda segundo Rubens, entre os lixos comuns havia muito lixo hospitalar: “Tinha até aquele tubos de coleta de sangue com sangue dentro. Estamos há três dias fazendo mutirão pra limpar esse lixo e aparece mais”.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte afirmou ter entrado em contato com estados vizinhos, Paraíba e Pernambuco, para descobrir a origem do lixo.

Através de nota, o Ministério do Meio Ambiente afirmou que “apoia o combate ao lixo no mar a partir de duas frentes de ação: a prevenção, por meio do Programa Lixão Zero, de forma a evitar que o lixo chegue nos rios, na praia e no mar, com medidas como a coleta seletiva, logística reversa e a reciclagem, e a recuperação ambiental, por meio de ações de limpeza de rios e praias”.

*Com informações do G1

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Bolsonaro corta verbas para o meio ambiente mesmo após Cúpula do Clima; entenda

Rio de Janeiro libera praias e cachoeiras nos dias úteis da semana

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você