Levantamento mostra que 78% dos mortos pela polícia são negros

Ao menos 11 estados não informam a raça de mais de 1/3 das pessoas mortas pela polícia em 2020

Por: Bianca Antunes | 22 abril - 15:32

Ao menos 11 estados não informam a raça de mais de 1/3 das pessoas mortas pela polícia em 2020. Mesmo entre os que coletam esses dados, há vários casos de “raça não informada” entre as informações disponibilizadas.

De acordo com um levantamento feito pelo G1 dentro do Monitor da Violência, em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Núcleo de Estudos da Violência da USP, nos casos em que a raça é divulgada, os registros mostram que 78% dos mortos pelas polícias são negros.

Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

O levantamento ainda mostra que:

  • raça de 2.064 das 5.660 pessoas mortas pela polícia em 2020 não é conhecida, ou seja, 36% do total
  • 11 estados não divulgam os dados de raça das vítimas de ambas as polícias
  • das 3.596 vítimas para as quais há a informação da raça, 2.815 são negras (78%)
  • Acre e Roraima são os únicos estados que informam a raça de todas as vítimas mortas no ano
  • mesmo entre os estados que coletam os dados, 1.013 vítimas aparecem como raça “não informada” ou “desconhecida”

*Com informações do G1

Caso George Floyd

Nesta terça-feira (20), por unanimidade, o ex-policial Derek Chauvin foi condenado pela morte do ex-segurança negro George Floyd, que se tornou o símbolo do movimento “Vidas Negras Importam”. O crime aconteceu em maio de 2020, em Mineápolis, nos Estados Unidos. O julgamento foi algo histórico nos Estados Unidos.

Floyd foi asfixiado durante uma abordagem policial, onde Chauvin se ajoelhou sobre o pescoço do homem negro. Leia a matéria na íntegra. 

LEIA TAMBÉM:

Jovem negra de 16 anos armada com uma faca é morta a tiros por policial em Ohio, Estados Unidos

Polícia de São Paulo busca por suspeitos de participar de delivery de drogas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você