Golpes on-line com tema da vacinação aumentaram 530% em três meses

Relatório mostra que fraudes de “phishing” tiveram ‘fases temáticas’

Por: Marina Correa de Genaro | 24 março - 15:13

A empresa de segurança, Palo Alto Networks, publicou um relatório nesta quarta-feira (24) mostrando que golpes on-line do tipo “phishing” relacionados à vacinação contra a Covid-19 tiveram um crescimento de 530% de dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

O “phishing” acontece quando criminosos tentam roubar informações utilizando e-mails e sites falsos. As mensagens usam como isca temas para que a vítima visite o site e forneça as informações de interesse dos hackers.

Site falso venda vacina covid-19

Foto: Reprodução/Palo Alto Networks

A mensagem falsa precisa chamar atenção da vítima de alguma forma para que seja eficaz, isso faz com que os criminosos busquem assuntos que estão no noticiário ou que sejam de interesse da população, mesmo que falsos.

Pouco mais de 20% dos fraudes cujo alvo pôde ser identificado, tentavam roubar credenciais do Microsoft 365. Outros serviços de e-mail como Yahoo, Outlook e PayPal também foram alvos.

A Palo Alto Networks diz ter identificado 69.950 links maliciosos desde janeiro de 2020, dos quais 33.447 estão ligados diretamente ao coronavírus.

Os demais links envolvem temas como reuniões virtuais, vacinas, hospitais e auxílios do governo.

LEIA MAIS:

Novo golpe pede para que idosos façam ‘prova de vida’ do INSS por WhatsApp

Ministério da Saúde autoriza abertura de 631 leitos de UTI

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você