Fundador do PCC é internado com complicações da covid-19

O presidiário está com mais 50% do pulmão comprometido

Por: Bianca Antunes | 09 abril - 17:10

O único fundador do PCC ainda vivo, José Márcio Felício, conhecido como ‘Geleião’, foi transferido na manhã desta sexta-feira (9) para o Centro Hospitalar do Sistema Penitenciário, na capital paulista, após complicações da covid-19.

Segundo apuração da Folha de S. Paulo, o presidiário está com mais 50% do pulmão comprometido e “inspira cuidados”. Ele é hipertenso e está no sistema prisional há mais de 40 anos.

Hospital em Recife tem superlotação com espera por leito nos corredores

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A transferência para o hospital ocorreu sob segurança policial, com equipes do Baep (ações especiais). O presidiário é jurado de morte pela própria facção desde 2002. Atualmente, ele cumpre pena no presídio de Iaras, inteiror de São Paulo (285 km da capital).

LEIA TAMBÉM:

Rio Grande do Sul registra mais mortes do que nascimentos pela primeira vez na história

Covas publica programa de metas prometendo 90 km de faixas de ônibus e 49 mil moradias sociais

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você