Farmacêuticas acumulam R$ 16 milhões de prejuízo após golpe de falsa ONG

A ONG ainda mantinha um galpão e um site da internet para dar credibilidade aos golpes realizados

Por: Bianca Antunes | 17 abril - 14:22

Cinco farmacêuticas de São Paulo somam um prejuízo de R$ 16 milhões por caírem em um golpe de uma falsa ONG (Organização Não Governamental), de acordo com informações do Ministério Público de São Paulo.

A falsa ONG atuava nas regiões de Marília e Bauru, no interior de São Paulo. Quatro representantes dessa suposta organização foram denunciados por estelionato e organização criminosa.

Foto: Divulgação/Pixabay

O grupo entrava em contato com as farmacêuticas e pedia por descontos na aquisição de medicamentos, alegando que esses remédios seriam doados ou vendidos a órgãos públicos. Assim, as companhias forneciam descontos de até 90%, até mesmo os doando.

Esses medicamentos, então, eram vendidos de forma irregular. Os integrantes do grupo apagavam as caixas dos remédios para comercializá-los. “Nunca tinha visto isso. É algo que chama a atenção. Você adquire medicamentos com desconto ou de graça e reinsere no mercado farmacêutico, que é extremamente competitivo”, o promotor de Justiça André Gandara Orlando.

Os empresários que foram enganados só souberam das fraudes após o MP entrar em contato. Agora, os promotores estão trabalhando para identificar mais vítimas. A ONG ainda mantinha um galpão e um site da internet para dar credibilidade aos golpes realizados.

LEIA MAIS:

MEC vai abrir inscrições para vagas remanescentes no Prouni em maio

Mundo chega a 3 milhões de mortes por covid-19 em 93 dias, desde os 2 milhões

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: