Estado de São Paulo entra no 1º dia útil da fase de transição da quarentena

São Paulo começou nesta segunda-feira (19) o primeiro dia útil da fase de transição do plano de flexibilização econômica da quarentena durante o combate à pandemia de coronavírus.

Por: Sophia Bernardes | 19 abril - 10:15

Nesta segunda-feira (19), o estado de São Paulo entrou no primeiro dia útil da fase de transição do plano de flexibilização econômica da quarentena durante o combate à pandemia.

Essa nova etapa nomeada pelo governo de “fase transitória”, representa a mudança da fase vermelha para a laranja. Assim, terá um retorno seguro e gradativo das atividades presenciais, ainda com o toque de recolher, teletrabalho (homeoffice) para atividades administrativas e escalonamento da entrada e saída de atividades. Nesta fase, a taxa de ocupação permitida nos estabelecimentos comerciais é de 25%.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A fase começou no domingo (18), e está programada para seguir em vigor até 1º de maio, momento em que o governo estadual irá reavaliar o que ocorreu nesse período e decidirá se ela será mantida ou não.

A mudança mais relevante nesta etapa, foi a autorização para a reabertura de comércios e atividades religiosas em horários reduzidos de funcionamento, na fase vermelha estava proibido a realização dessas atividades.

Os shoppings e lojas de rua, que não eram autorizados a funcionar na fase vermelha, começaram a retomada de suas atividades no domingo (18). Os cultos e missas também voltaram a ser realizados, com medidas de restrição.

Apesar disso, o toque de recolher, das 20h às 5h, foi mantido. O cumprimento da restrição de circulação continua a ser fiscalizado por uma força-tarefa composta por integrantes das vigilâncias sanitárias, Polícia Militar e Procon.

As reaberturas de outros serviços como, atendimento presencial em restaurantes e lanchonetes, funcionamento de salões de beleza e cabeleireiros, atividades culturais e eventos, academias, clubes e parques, estão programadas para o próximo sábado (24).

Hoje, no primeiro dia útil da nova fase, as ruas do Brás, região tradicional de comércio na cidade de São Paulo, amanheceram lotadas. A movimentação na região central de São Paulo começou na madrugada com ambulantes no meio da rua e ônibus de viagem que traziam compradores. Além disso, havia muitos carros e trânsito nas vias da região.

Neste domingo foram as ciclovias que registraram movimentação intensa de bicicletas.

O que pode abrir na fase de transição?

  • Shoppings e lojas de rua podem ter atendimento presencial desde domingo(18), das 11h às 19h, com público limitado a 25% da capacidade total;
  • Cultos, missas e outras atividades religiosas coletivas podem ocorrer a partir desde domingo (18), com distanciamento e controle de acesso;
  • Restaurantes e lanchonetes podem ter atendimento presencial a partir de 24 de abril, das 11h às 19h, com 25% da capacidade total;
  • Salões de beleza e cabeleireiros podem ter atendimento presencial a partir de 24 de abril, das 11h às 19h, com 25% da capacidade total;
  • Cinemas, teatros, museus, eventos e convenções podem funcionar partir de 24 de abril, das 11h às 19h, com controle de acesso, público sentado, assentos marcados e 25% da capacidade;
  • Academias, clubes e centros esportivos podem funcionar partir de 24 de abril, das 7h às 11h e das 15h às 19h, apenas para atividades físicas individuais agendadas, com 25% da capacidade total;
  • Parques serão abertos a partir de 24 de abril, mas o horário ainda não foi definido.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Vacinação de profissionais de saúde com mais de 47 anos começa em São Paulo; veja locais

Butantan recebe nova carga de 3 mil litros de insumos para doses da CoronaVac

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você