Com “feriadão”, número de passageiros de ônibus na capital paulista reduz 32,8%

Taxa de isolamento social permaneceu estável em São Paulo

Por: Murilo Amaral Feijó | 05 abril - 20:25

A antecipação de 5 feriados em São Paulo, adotada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), conhecido como “feriadão”, terminou no último dia 2 de abril. Como efeito da medida, a taxa média diária de passageiros de ônibus na capital paulista reduziu 32,8%, nesse período.

Apesar dessa redução, a taxa de isolamento social em São Paulo não melhorou com o feriadão, segundo dados do Sistema de Monitoramento Inteligente do governo estadual.

Usuários do transporte público esperam ônibus em ponto da Avenida Paulista

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

De acordo com a SPTrans, durante os cinco dias de feriado, a média diária de passageiros de ônibus na capital paulista estava em 1,238 milhão. Nas semanas anteriores, durante a fase emergencial, essa taxa era de 1,842 milhão de passageiros por dia. No total, foi uma queda de 604 mil pessoas.

A queda é ainda maior, em comparação com a primeira semana útil do mês de março: 37,8%. No período, São Paulo ainda estava na fase laranja do Plano SP.

Quanto ao trânsito na capital, o aplicativo de mapas e situações de trânsito Waze divulgou que a taxa de congestionamentos na cidade caiu 76%, entre março e abril.

Na semana passada (30), o prefeito Bruno Covas afirmou que era “cedo para colher os resultados desse grande feriado”.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Fome atingiu 19 milhões de brasileiros na pandemia, segundo pesquisa

Brasil ultrapassa 13 milhões de casos confirmados da Covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você