Veja o que abre ou fecha na segunda fase de transição do Plano São Paulo no combate ao Covid-19

O toque de recolher permanece das 20h às 5h, e bares continuam funcionando apenas com serviços de entrega

Por: Leonardo Fernandes | 24 abril - 08:53

Alguns serviços como restaurantes, shoppings, igrejas, cinemas e salões de beleza voltam a abrir em São Paulo neste sábado (24). O estado entrou na segunda parte da chamada “fase de transição” do Plano São Paulo para flexibilização. Os locais ficam liberados com limite de ocupação e horários específicos de funcionamento.

As fases de transição foram criadas para acompanhar os indicadores de leitos ocupados e números de casos de covid-19 na região. Entre as cinco fases principais, que vão da vermelha (mais restritiva) até a azul (de maior controle da pandemia), há estes intervalos de análise da proliferação do vírus, com retomadas graduais e algumas regras da fase anterior ainda em vigência.

Leia mais: SP recebe 879 denúncias de desrespeito à quarentena por dia em abril

Saiba o que abre ou não no Feriado em SP

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Confira abaixo o que está ou não permitido na segunda etapa da fase de transição em SP, a partir de hoje.

O que abre durante a fase de transição em São Paulo (funcionamento da 11h às 19h, com 25% de ocupação máxima):

  • Shoppings, galerias e comércio de rua;
  • Restaurantes;
  • Salões de beleza;
  • Igrejas e tempos religiosos (sem horário definido);
  • Cinemas, teatros e atividades culturais;
  • Casas de shows e eventos;
  • Academias (funcionamento máximo de 8h);

Locais sem horário previamente definido:

  • Parques e zoológicos;
  • Farmácias e serviços de saúde;
  • Mercados e supermercados (sem consumo no local);
  • Escolas, e cursos de universidades da área da saúde;
  • Concessionárias;
  • Lavanderias;
  • Empresas de locação de veículos.

O que fecha durante a fase de transição em São Paulo:

  • Bares (delivery, drive-thru e retirada de produtos funcionam);
  • Universidades (menos os cursos da área de saúde;
  • Atividades que possam acarretar aglomerações.

O toque de recolher permanece das 20h às 5h.

Pelos dados da Secretaria de Saúde estadual, foram registrados 621 óbitos por covid-19 por dia na semana passada, e 12.784 novos casos diários.

Leia mais notícias:

São Paulo: Tem queda de óbitos, mortes e internações pela primeira vez em 2 meses

Governo de SP notifica 13 cidades por descumprimento da fase vermelha

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você