Variante identificada em Sorocaba pode ter origem local, diz governo de SP

A mutação da variante seria semelhante à registrada na África do Sul

Por: Sophia Bernardes | 01 abril - 11:13

A nova variante identificada em uma paciente de Sorocaba, no interior de São Paulo, possivelmente foi originada na cidade, de acordo com o Centro de Contingência da Covid-19, do governo de São Paulo.

A mutação da variante seria semelhante à registrada na África do Sul, porém a paciente diagnosticada não viajou ao país e não teve contato com qualquer pessoa que esteve na região, dessa maneira indica que a mutação é uma evolução natural da variante P1, originada no Amazonas.

Médicos auxiliando pacientes com covid

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

De acordo com Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, “Precisamos determinar qual a real incidência desta nova variante, porque até o momento é um caso no universo de pandemia da P.1. Se for só um [caso], são as medidas que estão em andamento. Fora isso, é o acompanhamento genômico e sequenciamento para acompanhar o surgimento dessas novas variantes, o que é esperado para esse momento”.

O marido da paciente diagnosticada e o filho do casal apresentaram sintomas semelhantes, mas apenas a amostra colhida dela já foi sequenciada por laboratório vinculado ao Instituto Butantan.

Foi apresentado no início de março os sintomas da doença na família, que mora na zona norte da cidade. As coletas de amostras foram feitas entre 5 e 9 de março.

O Secretário Municipal de Saúde, Vinícius Rodrigues, disse que as medidas de controle para evitar que o novo vírus se espalhe foram reforçadas.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Especialistas temem nova onda nos EUA com a nova variante

15 milhões de doses da J&J são prejudicadas por erro nos EUA

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você