Vacinação de profissionais da educação é suspendida no RJ

Trinunal de Justiça do Rio também limitou a vacinação prioritária de agentes da Segurança Pública

Por: Maria de Toledo Leite | 06 abril - 18:42

O juiz Wladmir Hungria, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio, concedeu uma liminar que limita a vacinação de agentes públicos de Segurança e suspende a dos profissionais da Educação no estado do Rio de Janeiro. O decreto também colocou os agentes de segurança à frente de idosos e pessoas com comorbidades.

O documento vem de um pedido feito pela Defensoria Pública e pelo Ministério Público estadual contra um decreto que estabeleceu o novo plano de vacinação. A liminar suspende o artigo que priorizou bombeiros, policiais e guardas municipais e pede que o estado siga a nota técnica 297/2021, lançada pelo Ministério da Saúde.

Justiça derruba liminar e libera as aulas presenciais no Rio de Janeiro

policial sendo vacinado por profissional da saúde

Foto: GovSP

Nota técnica 297/2021

A nota publicada pelo Ministério da Saúde define subgrupos prioritários para imunização dentro das forças de segurança:

  • trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes;
  • trabalhadores envolvidos em resgates e atendimento pré-hospitalar;
  • trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de vacinação contra a Covid-19;
  • trabalhadores envolvidos nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social;
  • com contato direto e constante com o público independente da categoria.

Além disso, Hungria também fez comentários sobre o artigo 4º, que se refere à vacinação de profissionais da Educação no estado. Sua decisão final foi suspender esse artigo até que a administração pública divulgue um cronograma que tenha subgrupos de prioridade, assim como a nota técnica mencionada anteriormente fez.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Só neste ano, 300 pacientes morreram de Covid enquanto esperavam por leito de UTI no RJ

Rio de Janeiro: pessoas com deficiência poderão se vacinar a partir do dia 26 de abril

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você