Vacina Oxford/AstraZeneca é eficaz contra variante P.1 do coronavírus, afirma Fiocruz

Estudo da Fundação indica a eficácia de uma das vacinas contra covid-19 mais aplicadas no mundo

Por: Murilo Amaral Feijó | 22 abril - 19:05

Nesta quinta-feira (22), o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Marco Krieger, anunciou que estudos confirmaram a eficácia da vacina Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz, contra a variante P.1 do coronavírus.

A variante P.1 foi detectada pela primeira vez em Manaus, capital do Amazonas. Hoje, a variante já é encontrada em outros estados brasileiros, além de ao menos 52 países, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Enfermeiro da Fiocruz segurando vacina Oxford/AstraZeneca.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

Krieger reconheceu que a P.1 é uma “variante de preocupação”, mas também afirma que “apesar de todas essas características, a vacina, nesse momento e para essa variante, tem a condição de ser utilizada como uma ferramenta de controle”.

Veja quais são as principais variantes do coronavírus e a preocupação dos especialistas sobre elas

Segundo Krieger, a “segunda geração” de imunizantes apresentam um desempenho maior na resposta celular, que é a reação do corpo humano ao destruir as células infectadas pelo vírus e evitar a replicação. São consideradas vacinas de “segunda geração”: a da Pfizer e da Moderna – que são produzidas através do RNA mensageiro -, da Oxford/AstraZeneca, a Sputnik V e a Janssen – produzidas pelo vetor viral.

“Elas [as vacinas contra a covid-19] foram desenvolvidas de uma maneira muito rápida e estão demonstrando efetividades muito maiores do que as das vacinas tradicionais”, afirmou o vice-presidente da Fiocruz.

No último dia 07 de abril, a OMS apontou uma “relação plausível” entre casos de tromboembolismo e o imunizante Oxford/AstraZeneca. Porém, a autoridade sanitária também afirmou que a vacina apresenta “amplamente” mais benefícios do que riscos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Fiocruz diz que nova remessa de insumos garante vacinas até junho

Veja quais são as comorbidades prioritárias para a vacinação contra a covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: