SP tem movimento nas ruas no 1º dia da fase vermelha

Doria anunciou a volta do estado para estágio mais restritivo de combate ao coronavírus, iniciando neste sábado (6) com previsão de durar até o dia 19 de março.

Por: Larissa Placca | 06 março - 16:42

Apesar de declarada a fase vermelha em todo o Estado de São Paulo, da meia noite de sábado (6) até o dia 19 de março, as ruas da cidade de São Paulo tiveram intenso movimento de pessoas na manhã de hoje (6). Além disso, algumas cidades do interior do estado também registraram circulação de pessoas acima do esperado.

A fase vermelha, no Plano SP, não permite a abertura de lojas e venda presencial. Porém, em algumas cidades metropolitanas, foi identificado comércio popular.

Foto: Fábio Rogério

Em Santo Amaro, Zona Sul, algumas lojas de roupas e calçados estavam com as portas abertas pela metade, atraindo clientes. Pessoas circulavam com sacolas de compras pelo local.

Na Cidade Dutra e Jardim Ângela, o movimento era de funcionários de grandes lojas que trabalhavam com entregas de compras feitas pela internet.

Também no interior de SP, no primeiro de catorze dias de fase vermelha, a cidade de Sorocaba e Americana registraram circulação de pessoas e lojas abertas.

Foto: Reprodução/EPTV

Campinas registra filas e aglomeração em centros comerciais. A metrópole, segundo levantamento na última sexta-feira (5), não possui nenhum leito de UTI para Covid disponível na rede pública.

O Estado de São Paulo declarou o retorno à fase vermelha devido ao aumento de óbitos e ao superlotamento das UTIs.

A fase vermelha é a mais restritiva do Plano São Paulo, permite o funcionamento de serviços essenciais. São esses:

  1. Hospitais, clínicas, farmácias, dentistas e clínicas veterinárias;
  2. Supermercados e padarias;
  3. Escolas e universidades;
  4. Drive-thru e delivery de estabelecimentos alimentícios
  5. Postos de combustíveis
  6. Aplicativos de transporte e de entrega;
  7. Empresas de segurança;
  8. Meios de comunicação;
  9. Igrejas, lavanderias, lotéricas, hotéis, assistência técnica, bancas de jornais.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Cidades da Região Metropolitana de SP suspendem totalmente as aulas

Guedes incentiva “agora é acelerar as vacinas e aprovar as reformas”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você