Só neste ano, 300 pacientes morreram de Covid enquanto esperavam por leito de UTI no RJ

Pelo menos 600 pessoas esperam por vagas de UTIs no estado

Por: Maria de Toledo Leite | 06 abril - 17:27

Desde o começo deste ano, 300 pessoas perderam a vida nas emergências e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) enquanto esperavam por um leito de internação no estado do Rio de Janeiro.

O número de doentes que não suportaram a espera foi bastante expressivo desde janeiro até esta terça-feira (6). Nesse tempo, 59 pessoas morreram de Covid-19 nas UPAs municipais e 93 nas estaduais.

Rio de Janeiro registra maior ocupação de leitos de UTI desde o começo da pandemia

Foto: GMRJ

Atualmente são 235 pacientes na fila por uma vaga em hospitais da capital. A rede SUS do Rio registrou 1.679 com sintomas da doença e a taxa de ocupação dos leitos é de 94%, 780 pessoas em estado grave. A porcentagem de ocupação das enfermarias não é muito menor e também preocupa, com 90%.

Além disso, ordens judiciais para transferências de pacientes cresceram em 148,2% desde janeiro, segundo o Tribunal de Justiça do Rio. Em março foram 144 ordens, enquanto janeiro registrou apenas 58.

Nesse momento, o estado do Rio de Janeiro está com todas as cidades em situação de alerta para a Covid-19, sendo que 27 estão na fase mais crítica, a de bandeira roxa. e as outras na fase vermelha.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Justiça derruba liminar e libera as aulas presenciais no Rio de Janeiro

Brasil ultrapassa 13 milhões de casos confirmados da Covid-19

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: