Saúde informou que seis estados são os mais críticos para falta de oxigênio

Representantes do ministério e da PGR se reuniram para discutir ações de combate à pandemia

Por: Marina Correa de Genaro | 23 março - 15:34

O Ministério da Saúde divulgou, de acordo com a Procuradoria-Geral da República, que seis estados estão em situação crítica para falta de oxigênio hospitalar. São eles, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Amapá, Ceará e Rio Grande do Norte.

Segundo o Ministério da Saúde, ainda estão em situação não tão grave, mas em estágio de atenção, os estados: Pará, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Falta de cilindros de oxigênio

Foto: Secretaria de Saúde do Distrito Federal

O Brasil tem vivido, nas últimas semanas, a fase mais grave da pandemia. O número de novos infectados e de mortos vem batendo recordes negativos diariamente e o sistema de saúde dos estados está cada vez mais sobrecarregado. A falta de oxigênio hospitalar preocupa autoridades e pacientes.

Uma medida discutida na Saúde, de acordo com a PGR, é aumentar a produção de cilindros e instalar concentradores de oxigênio em diversos locais.

Representantes da White Martins, uma das principais empresas fornecedoras do gás hospitalar, afirmou que, em alguns estados, a demanda chegou a subir 300% nos últimos dias.

LEIA MAIS:

Estado de SP bate novo recorde de mortes por Covid em 24h

Sem reposição de cilindros, cidades de São Paulo têm estoque de oxigênio para até 4 dias

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você