São Paulo sai da taxa de ocupação de UTI maior que 90% após 21 dias

"Nós já estamos colhendo frutos do que foi feito na fase vermelha e na fase emergencial", disse Gorinchteyn

Por: Bianca Antunes | 07 abril - 14:07

Depois de 21 dias com taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) superior a 90%, o estado de São Paulo diminui esse número para 89,8%. Na Grande São Paulo o número era de 92,5% e passou para 89%.

As informações foram dados pelo secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (7).

Leitos de UTI vazios

Foto: Reprodução/Ag.Pará

O secretário ainda afirmou que a queda se deu pelas medidas mais restritivas impostas no estado. “Nós já estamos colhendo frutos do que foi feito na fase vermelha e na fase emergencial”, disse Gorinchteyn.

Semana passada, havia cerca de 13.500 internados em UTI no estado, número reduzido para 12.941. “Reforçamos o quanto o dado de internação mostra o momento atual da pandemia, a circulação bastante aumentada do vírus na população. Portanto, estamos reduzindo”.

No mês de março, 1.200 novos leitos de UTI para atendimento de pacientes com covid-19 foram abertos no estado. Hoje, o índice de isolamento em São Paulo ficou em 43%.

LEIA TAMBÉM:

Governo de São Paulo anuncia vacinação de 65 a 67 anos

São Paulo anuncia parceria com o WhatsApp para pré-cadastro de vacinação

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você