São Paulo registra mais mortes por covid em 4 meses de 2021 do que em todo ano de 2020

Desde 1º de janeiro até hoje (27) foram registrados 47.125 mortes por covid-19, contra 46.717 em 289 dias da pandemia no ano passado

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 27 abril - 14:05

Nesta terça-feira (27) o estado de São Paulo registrou 1.044 novas mortes por covid-19, com esse números, o total de óbitos em apenas quatro meses de 2021, ultrapassou o número de mortes pela doença em todo o ano de 2020. 

Desde o dia 1º de janeiro até o dia 27 de abril deste ano, foram registrados 47.125 óbitos por coronavírus, contra 46.717 em 289 dias da pandemia no ano passado. 

Foto: Alex Pazuello/Semcom

O estado chegou a esse número ao menos duas vezes mais rápido do que no ano passado. Em 2020, a média móvel de mortes foi de 162 por dias. Em 2021, até agora, a média é de 406 óbitos por dia – 151% mais alta.

Neste domingo (25) o Brasil também bateu essa trágica marca. Em 2021, 195 mil vidas foram perdidas na metade do tempo de 2020. 

Queda no número de óbitos

O estado de São Paulo registrou na semana passada a primeira queda desde janeiro na média diária de novas mortes e internações, por covid-19. Entretanto, os valores diários de novas mortes continuam em patamar muito elevado, bem acima do que havia sido registrado em 2020. 

Apesar dos números melhorarem, o patamar de mais de 600 mortes diárias em médias é mais que o dobro do registrado no pior momento da pandemia em 2020, quando os registros não passavam de, em média, 280 por dia. 

Este mês de abril é o mais letal de toda a pandemia no estado, superando o recorde anterior, de março de 2021. Ao total, foram 15.975 mortes no dia 1º até esta quarta (21), contra 15.159 em todo o mês de março. 

Fase de Transição do Plano SP

Apesar dos números, o governo do estado avalia que os indicadores de Covid-19 tiveram “uma melhora significativa”, considerando especialmente a ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e o total de pacientes hospitalizados. 

Por isso, no último dia 12, foi decretado o fim da fase emergencial – fase mais registrada do plano SP – e foi iniciada a fase de transição, em vigor desde o dia 18 de abril. Nessa nova etapa, o comércio considerado não essencial, como cinemas, restaurantes, parques e bares, podem retomar suas atividades, respeitando as restrições. 

Em nota, o governo estadual disse que “o número de óbitos registrados em abril está relacionado a casos e internações de março, ou seja, de três semanas atrás, no mínimo”, porque esse seria o “tempo médio para uma internação se tornar um caso fatal.

LEIA MAIS

Enterros noturnos são suspensos em São Paulo a partir de quinta-feira (29)

Prefeitura de São Paulo tem dez dias para entregar tablets a alunos da rede municipal

Mulher morre após ser agredida com marreta no metrô de São Paulo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você