São Paulo: Mais de 240 pessoas já morreram à espera de uma vaga em leitos de UTI

Taxa de ocupação na rede pública do estado é de 92,2% e hospitais particulares da capital paulista também registram altos índices

Por: Sophia Bernardes | 31 março - 11:51

Cerca de 250 pacientes vieram a óbito enquanto aguardavam vaga em leitos de Unidade de Terapia Intensiva para o tratamento da Covid-19 em São Paulo.

No estado, o índice de ocupação nas UTIs está em 92,2% enquanto a região metropolitana registra 91,8%. A taxa elevada atinge também os hospitais particulares na capital.

Pacientes em UTI

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Sírio-Libanês tem 87% dos leitos de UTI por pacientes com a Covid-19, no Hospital São Camilo com 91%, no Hospital Santa Catarina com 96% de ocupação, e o Hospital Oswaldo Cruz tem 100% dos seus leitos ocupados.

Visto isso, o governo de São Paulo corre atrás para reconstruir os hospitais de campanha e auxiliar os hospitais para que não haja pacientes a espera de leitos, e venham a óbito.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Internações em UTIs por Covid estão 85% acima do pico em 2020

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você