Santa Catarina adota protocolo para decidir prioridade na ocupação de UTIs

Profissionais deverão decidir quais pacientes serão assistidos nos leitos de UTI em caso de esgotamento de recursos

Por: Marina Correa de Genaro | 30 março - 13:30

O estado catarinense é o primeiro a adotar protocolo que permite aos profissionais de saúde decidir quais pacientes devem ter prioridade de atendimento em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em caso de esgotamento de recursos e insumos insuficientes para atender todos.

O documento assinado pela Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina, foi redigido e proposto pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), Associação Brasileira de Medicina de Emergência (ABRAMEDE), Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) e Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP).

Pessoa deitada e uma maca

Foto: Reprodução/Agência Brasil

O objetivo é tornar transparentes e impessoais os critérios de eleição de pacientes para ocupação de leitos. O protocolo permite que os profissionais de determinada unidade de saúde tenham autonomia para decidir a lista de prioridade de atendimentos de forma técnica e objetiva.

Os principais indicadores se referem a presença ou não de comorbidades no paciente e o estágio da doença. O risco iminente de morte também é observado.

Para a médica Lara Patrícia Kretzer, da AMIB, a idade do paciente não é um fato determinante na hora de priorizar o atendimento, mas pode ser levado em conta.

De acordo com a AMIB e ABRAMEDE, há condições essenciais para se dar início à aplicação, por exemplo, reconhecimento do estado de emergência em saúde pública e um esforço razoável para aumentar a disponibilidade dos recursos em esgotamento.

Santa Catarina tem mais de 98% de ocupação geral dos leitos de UTI-COVID. Nesta terça, pelo menos 363 pessoas estão aguardando por vaga em unidades de terapia intensiva.

LEIA MAIS:

Postos de vacinação drive-thru são desativados temporariamente em São Paulo

Ministério da Saúde libera mais leitos de UTIs para estados e municípios

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você