Rio de Janeiro registra maior ocupação de leitos de UTI desde o começo da pandemia

São 663 pacientes internados em unidades de terapia intensiva no município

Por: Caroline Ripani | 26 março - 13:42

De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (26), pela Prefeitura do Rio de Janeiro, a cidade atingiu o maior número de leitos de UTIs ocupados desde o início da pandemia do novo coronavírus. São 663 pacientes internados em unidades de terapia intensiva no município.

O Rio conta com 705 leitos operacionais, capazes de agregar mais 121 unidades junto ao sistema, resultando em 826 leitos.

Profissionais da saúde regulando respirador em hospital

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Segundo declaração feita pelo secretário municipal de saúde do Rio, Danil Soranz “cresceu muito o número de leitos, mas também cresceu muito o total de pessoas internadas e de pessoas precisando de leitos de CTI [Centro de Tratamento Intensivo]. A mortalidade de um leito de CTI é de, no mínimo, 40%”.

Soranz acrescenta ainda que o número de internações em UTIs e enfermarias chega perto do registrado ano passado. “Tínhamos uma média de 30 a 40 solicitações de internações por dia e passamos a mais de 150, chegando num pico, por dois dias, de 170″, disse.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), acredita que com o feriado prologando na cidade, o número de internações novas em UTIs irá reduzir.

“Cada pessoa que, nesses dez dias de retiro prolongado, se preservar, não ter contato com muita gente e não aglomerar, é uma pessoa a menos que tem chance de pegar a doença e parar num leito de UTI”, afirmou Paes.

*Com informações da Agência Brasil.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Cláudio Castro anuncia calendário único de vacinação no RJ

Prefeitura do RJ anuncia ‘auxílio carioca’ durante os 10 dias de feriado prolongado

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você