Rio de Janeiro irá vacinar rodoviários como grupo prioritário

A decisão foi divulgada em uma rede social e os detalhes serão anunciados na coletiva semanal nesta sexta (23)

Por: Marina Correa de Genaro | 22 abril - 15:48

Nesta quinta-feira (22), o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, afirmou em uma rede social que os rodoviários serão incluídos no grupo prioritário para vacinação contra a Covid-19.

Os detalhes vão ser anunciados nesta sexta-feira (23) pelo secretário de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, já que Paes foi diagnosticado com covid-19 pela segunda vez e está isolado.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Segundo o prefeito, “Decidimos ontem que os rodoviários do Rio vão figurar entre os grupos prioritários para vacinação.  A notícia deve ser anunciada amanhã na coletiva semanal sobre a covid-19, comandada pelo secretário Daniel Soranz já que ainda estou em isolamento”.

O Sindicato das Empresas de Ônibus da Cidade do Rio de Janeiro (Rio Ônibus) emitiu uma nota após o comunicado de Paes. Na declaração, o sindicato diz que os rodoviários lidam, em média, com 200 pessoas por dia durante o trabalho e isso aumenta as chances de contrair a Covid-19, tornando a vacinação dos profissionais como prioridade.

Um dia após envio de ofício ao prefeito cobrando agilidade na vacinação de rodoviários cariocas, Eduardo Paes aprovou a medida e anunciou prioridade na imunização dos profissionais que atuam na linha de frente, mantendo a operação do transporte público por ônibus na cidade. Mesmo com determinação de utilização de máscaras e higienização regular das mãos e utensílios, os profissionais lidam em média com 200 pessoas diariamente, durante o exercício da função. A medida agrega mais segurança aos deslocamentos diários da população e dos profissionais rodoviários.

Vacinação

A Prefeitura anunciou na última terça-feira (20) uma ampliação do grupo de prioritário de vacinação. Pessoas com deficiências permanentes, com comorbidades e trabalhadores de serviços essenciais, com menos de 60 anos, estarão aptos a receber a imunização a partir da próxima segunda (26).

Nesta quinta (22), o Rio vacina mulheres com 60 anos ou mais; sexta-feira (23), é a vez dos homens na mesma faixa etária e sábado (24), repescagem para ambos sexos

LEIA MAIS

Rio de Janeiro prorroga medidas de restrição para combater a Covid-19 até o dia 26

Fiocruz espera encerrar mês de abril com 26,6 milhões de vacinas entregues ao PNI

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você