Queiroga diz que evitar lockdown é ‘ordem’ de Bolsonaro, mas população deve colaborar

O ministro ainda pediu para que a população fique em casa durante o feriado de Páscoa

Por: Bianca Antunes | 03 abril - 16:24

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que evitar lockdown é a “ordem” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas que a população precisa não aglomerar, usar máscara e cumprir o isolamento social.

“Nós precisamos nos organizar para que evitemos medidas extremas e consigamos garantir que as pessoas continuem trabalhando, ganhando o seu salário, renda, e a economia funcione, deixando essas situações extremas para o último caso. Então, evitar lockdown é a ordem, mas temos que fazer o nosso dever de casa. E o dever não é só do governo federal, do Estado e do município, é de cada um dos cidadãos”, disse.

Foto: Ailton de Freitas/MS

O ministro ainda pediu para que a população fique em casa durante o feriado de Páscoa, citando que os brasileiros devem colaborar para evitar uma maior transmissão do vírus, e consequentemente, sobrecarga no SUS (Sistema Único de Saúde).

“Aproveitem esse feriado pascal para não fazer aglomerações. Nós assistimos muitas vezes a população fazendo festas sem máscaras. Isso não é adequado. Nós sabemos disso. Então, precisamos que cada um colabore. Se todos juntos unirmos esforços, nós vamos conseguir vencer essa pandemia e o nosso país seguir o grande destino que tem”, declarou Queiroga.

Ainda de acordo com ele, o uso da máscara é fundamental, assim como a higienização das mãos e o distanciamento social.

LEIA TAMBÉM:

Queiroga diz que país tem 30 milhões de doses da vacina asseguradas para abril

Sisu abre inscrições nesta terça-feira (6)

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você