Quase 17 milhões de brasileiros receberam pelo menos uma dose de vacina

A informação foi dada pelo consórcio de veículos de imprensa

Por: Maria de Toledo Leite | 30 março - 20:12

Segundo o balanço da vacinação contra Covid-19 desta terça-feira (30), um pouco menos de 17 milhões de brasileiros chegaram a receber pelo menos uma dose de vacina, número que representa 8% da população do país.

Os dados ainda apontam que a segunda dose foi aplicada em quase 5 milhões de pessoas em todo o país, o que corresponde a 2,34% da população brasileira. No total, foram aplicadas 21.883.663 doses no Brasil.

Caixa com doses de vacina

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Brasil enfrenta um momento crítico da pandemia. São registrados recordes de mortes e casos de coronavírus diariamente, além de altas taxas de ocupação hospitalar.

Enquanto o vírus se espalha e contamina mais pessoas, os insumos no país estão chegando ao fim. Todos os estados e o Distrito Federal apresentam um estoque crítico do kit intubação, por exemplo, que são os medicamentos necessários para o tratamento de pacientes com Covid- 19 que se encontram intubados. O abastecimento de cilindros de oxigênio também é um problema.

Santa Catarina adota protocolo para decidir prioridade na ocupação de UTIs

A campanha de vacinação no país ainda é lenta e o resultado ainda não foi visto. O Senado chegou a aprovar um texto no qual se pede ajuda internacional para a aquisição de doses de vacina contra a Covid-19. Prefeitos também se juntaram para pedir auxílio de outros países.

Sobre a distribuição de vacinas, o Instituto Butantan disse que entregou 12,1 milhões de doses da Coronavac em março. A previsão para o fim do mês é que sejam entregues mais 10,6 milhões de vacinas, completando os 22,7 milhões combinados com o Ministério da Saúde.

Já a Fiocruz informou que entregou 1,08 milhões de doses da AstraZeneca e que até o fim de março deve entregar mais 2,8 milhões para o Ministério da Saúde. Isso completará 3,9 milhões de vacinas para o mês de março. Confira o cronograma de entrega de vacinas.

Foi anunciado também que o Instituto Butantan e a Fiocruz preveem a entrega de 27 milhões de doses no mês de abril.

O consórcio de veículos de imprensa:

Formado em junho de 2020, o consórcio foi uma resposta a ação do presidente Jair Bolsonaro de, na época, não divulgar os dados relacionados a pandemia.

Jornalistas de G1, O Globo, Extra, Estadão, Folha e UOL coletam as informações nas secretarias de Saúde, e divulgam em conjunto o número de óbitos por covid-19, a quantidade de pessoas contaminadas e a média móvel, que indica em quais estados a pandemia está aumentando, diminuindo ou continua estável.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Butanvac: Instituto Butantan desenvolve nova vacina para Covid

Chineses doam R$ 1,7 milhão a sindicatos brasileiros para ações contra a covid

EUA afirma a Queiroga que doação de vacinas só será possível a partir de maio

 

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você