Prefeitos ampliam toque de recolher de Campinas para Região Metropolitana

Quem for pego aglomerando pode receber multa de até R$ 3 mil.

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 19 março - 17:55

O estado de São Paulo entrou em fase emergencial e nesta sexta-feira (19) os 20 prefeitos das cidades que fazem parte da RMC (Região Metropolitana de Campinas) decidiram que vão adotar o toque de recolher anunciado por Campinas ontem (18), a medida passa a valer a partir de hoje.

O toque de recolher é válido no período das 20h às 5h. e quem for flagrado em festas e reuniões familiares com mais de dez pessoas receberá multa de R$ 3 mil. O responsável pela aglomeração poderá ser processado e condenado até um ano de prisão. 

São Paulo

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Segundo a Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas) os chefes do executivo descartaram a possibilidade de um lockdown na região ou de antecipar feriados como ocorreu na capital paulista

“Tomamos decisões importantes em relação aos que insistem em fazer aglomerações no período noturno. Foi por isso que aprovamos o toque de recolher. Por outro lado entendemos que antecipar feriados pode provocar deslocamento das pessoas para outras cidades[…]” Afirmou o presidente em exercício do Conselho de Desenvolvimento da RMC.

Fase emergencial no estado

Na segunda-feira (15) foi anunciado pelo governador João Dória a fase emergencial do Plano São Paulo. Essa é a etapa mais restritiva no combate ao coronavírus e inclui o toque de recolher das 20h às 5h. 

LEIA MAIS

“Não achamos possível lockdown em São Paulo”, diz centro de contingência

Doria critica Bruno Covas por antecipar feriados na capital sem aviso prévio

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: