Paes critica medidas do governador que abre o comércio no RJ durante feriado antecipado

O prefeito chamou a decisão de “CastroFolia”, nas redes sociais

Por: Murilo Amaral Feijó | 22 março - 16:02

Nesta segunda-feira (22), o Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), criticou medidas anunciadas pelo governador Cláudio Castro (PSC).

No domingo (21), Castro anunciou a adoção de um “superferiado” de dez dias no Estado, a partir do dia 26 de março até 4 de abril. Castro afirmou que, durante esse período, bares e restaurantes devem funcionar até às 23h.

Em um post no Twitter, Paes se manifestou dizendo que o governador “definitivamente não entendeu nada do objetivo de certas medidas” e as chamou de “CastroFolia, a micareta do governador”.

Os comitês científicos do Rio e de Niterói aconselharam que apenas serviços essenciais funcionassem nas cidades, durante o “superferiado”. De acordo com apuração da TV Globo, as prefeituras devem seguir essas medidas.

Em entrevista ao G1, o governador disse que “as medidas que valem são as minhas”, e que pode recorrer à Justiça.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Sem reposição de cilindros, cidades de São Paulo têm estoque de oxigênio para até 4 dias

Ambev quer construir usina de oxigênio e doar produção para UTIs de SP

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você