“Nossos técnicos avaliam um mês de abril ainda pior”, diz secretário municipal da Saúde de SP

Edson Aparecido deu entrevista ao GloboNews nesta segunda-feira (5)

Por: Aline Bueno Silvestre | 05 abril - 21:20

O secretário municipal de Saúde de São Paulo disse que o mês de abril deve ser ainda pior na pandemia da Covid-19. Edson Aparecido afirmou que o recesso dos feriados melhorou o isolamento, mas as consequências de piora devem vir em 15 dias.

A avaliação dos técnicos da prefeitura foi exposta por Edson em entrevista ao GloboNews, nesta segunda-feira (5). Além disso, ele defendeu as medidas de segurança em seu Twitter.

Em entrevista a GloboNews, ele falou sobre as medidas de restrição. “A Prefeitura tem toda uma medição bastante rigorosa que é o número de movimentação nas catracas de ônibus, o registro de trânsito pelos automóveis particulares pelos radares e também as notas fiscais emitidas nos comércios. É possível verificar que durante essa semana, houve uma redução grande de mobilidade”, disse.

Segundo ele, domingo (4) registrou queda na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de 92% para 90%. As enfermarias diminuíram de 88% para 84%.

Porém, Edson disse que as taxas ainda são altíssimas e a transmissibilidade precisa ser segurada. 

Outros estudos sobre a pandemia nos próximos meses

Segundo um estudo do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde (IHME, na sigla em inglês), da Universidade de Washington, o Brasil terá quase 100 mil óbitos por Covid-19 em abril.

Além disso, a mesma universidade analisou que até julho, o país pode atingir 562,8 mil mortes, com uma alta de 70,4%.

LEIA MAIS:

Inflação sobe 1,8% na cidade de São Paulo no primeiro trimestre

São Paulo estuda suspender velórios e realizar enterros em dois cemitérios

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você