Morte de grávidas e mães de recém-nascidos por Covid-19 dobra, segundo levantamento

O número está acima da média da população geral

Por: Aline Bueno Silvestre | 17 abril - 21:59

O número de mortes por Covid-19 de grávidas e mães de recém-nascidos mais do que dobrou em 2021. O resultado é uma análise em comparação com a média semanal de 2020.

A pesquisa foi feita pelo Observatório Obstétrico Brasileiro Covid-19 (OOBr Covid-19). Segundo dados, em 2020 foram 453 mortes, com uma média semanal de 10,5. Até 7 de abril de 2021, foram 289 mortes, com a média semanal já em 22,2.

Morte de grávidas por Covid-19 mais que dobra, segundo pesquisa

Foto: Reprodução/Pixabay

Na população geral, a taxa de morte semanal teve um aumento de 61,6%. Entre as grávidas e mães de recém-nascidos, também chamadas de puérperas, o aumento registrado foi de 145,4%.

Porém, de acordo com o Ministério da Saúde, o óbito de grávidas ocorridos durante o ano foi de 0,23%. Os dados da OOBR Covid-19 mostraram ainda que uma a cada cinco gestantes internadas com a doença não conseguiram acesso para as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e uma média de 34% não foram intubadas.

O Ministério da Saúde está avaliando ampliar a vacinação contra a Covid-19 para todas as gestantes. Leia a matéria completa.

Além disso, há um projeto de lei que coloca esse grupo como prioridade na vacinação.

*Com informações do G1.

LEIA MAIS:

Gestantes e crianças já podem tomar vacina contra a gripe; confira o calendário de vacinação

Gestantes e crianças vacinadas contra a covid-19 por engano são examinadas

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você