Minas Gerais só tem estoque de kit intubação para três dias

Segundo o secretário estadual de Saúde de MG, o Ministério não repassou o volume de medicamentos prometido

Por: Caroline Ripani | 31 março - 17:42

Nesta quarta-feira (31), o secretário estadual de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, declarou que o estoque de kit intubação do governo mineiro para tratar pacientes graves da covid, só é suficiente para atender os hospitais públicos do estado por mais três dias.

Baccheretti disse que, para evitar a falta dos medicamentos de intubação, o envio para os hospitais está sendo feito ao poucos.

Caixa contendo medicamentos do chamado kit intubação

Foto: Reprodução/Américo Antonio/Sesa

“Neste momento, a gente vem distribuindo de forma muito a conta-gotas e paulatina porque não temos um estoque grande. A gente também precisa de uma boa intenção dos hospitais em falar o real estoque”, afirmou Baccheretti.

O secretário ainda disse que, apesar de o Ministério da Saúde ter prometido o envio de mais medicamentos para o estado, na sexta-feira (26) não foi repassado o volume prometido.

‘Onda roxa’ é estendida em MG

Nesta quarta, o governo de Minas estendeu a chamada onda roxa em 815 das 853 cidades do estado, como forma de conter o avanço do novo coronavírus. As restrições, que estavam previstas para terminarem em 4 de abril, ficam em vigor até dia 11 do mesmo mês.

A onda roxa é a mais restritiva do programa Minas Consciente, e estabelece toque de recolher entre 20h e 5h, além de proibir a realização de eventos em espaços públicos e privados, e a circulação de pessoas sem uso de máscara.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Anvisa impõe autorização prévia para exportação de remédios do ‘kit intubação’

Todos os estados brasileiros e o DF têm estoque crítico do “kit intubação”

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você