Israel investiga se vacina da Pfizer estaria ligada à casos de inflamação no coração

Governo do país estuda casos que ocorreram após a aplicação da segunda dose do imunizante em homens jovens

Por: Maria de Toledo Leite | 25 abril - 21:28

Neste domingo (25), o Ministério da Saúde de Israel informou que está analisando um pequeno número de casos de inflamação cardíaca em pessoas que receberam as duas doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. Ainda não existe nenhuma conclusão sobre o tema.

A farmacêutica afirma que não observou um aumento no número de caso da doença em relação ao que seria normalmente esperado na população geral.

O coordenador das ações de resposta à pandemia m Israel, Nachman Ash, disse que o primeiro estudo mostrou “dezenas de incidentes” de miocardite (inflamação cardíaca) entre mais de 5 milhões de pessoas vacinadas, principalmente depois de receberem as duas doses do imunizante.

No entanto, Ash afirmou que ainda não se sabe se esse valor é alto e se está relacionado com a vacina. A maioria dos casos foi relatada entre pessoas de até 30 anos.

O coordenador também mencionou que o problema é um “ponto de interrogação” e que o Ministério da Saúde do país ainda não chegou em nenhuma conclusão. Segundo ele, determinar uma ligação seria difícil, já que a miocardite é uma condição que pode acontecer sem complicações e pode ser causada por vários vírus.

A Pfizer disse que está em contato direto com o ministério para revisar os dados.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Após lockdown e vacinação rápida, Israel não registra mortes por Covid-19 pela 1ª vez em 10 meses

São Paulo: prefeitura espera receber 120 mil doses de vacina da Pfizer no dia 3 de maio

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você