Internações em UTI começam a desacelerar em São Paulo

A taxa média de internações diárias era de 2,59% e atualmente é de 2,2%

Por: Bianca Antunes | 26 março - 16:23

Com restrições e vacinação, o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, avaliou que há um movimento de desaceleração no número de novas internações de pacientes com covid-19 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

De acordo com dados do Centro de Contingência da covid-19, antes da adoção de medidas restritivas, a taxa média de internações diárias era de 2,59% e atualmente é de 2,2%.

Foto: Michael Dantas/AFP

O estado tem 12,674 pacientes internados em UTIs, 81 a mais do que ontem (25). Há poucos dias atrás, São Paulo tinha um aumento de 300 internações por dia. O secretário Jean Gorinchteyn afirmou que os dados “mostram uma desaceleração de forma gradual”.

Isolamento social

De acordo com os dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) e do Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo), o isolamento social passou de uma média diária de 42% para 44% na fase vermelha implementada pelo governo de São Paulo.

Ainda segundo os dados, em média, 380 mil pessoas deixaram de usar os ônibus do transporte publico da capital todos os dias. Assim, a média diária ficou em 1,49 milhão de passageiros, número 20,3% inferior aos 1,87 milhão do período anterior.

LEIA MAIS:

Em fevereiro, 88% dos intubados com covid-19 morreram

Frente de prefeitos cobra governo federal pela substituição de Ernesto Araújo

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você