Hospital das Clínicas em São Paulo abrirá 133 leitos para covid-19 na capital

A manutenção dos leitos será feito pela iniciativa privada

Por: Marina Ponchio Gomes Ferreira | 31 março - 15:33

Nesta quarta-feira (31), João Doria (PSDB), anunciou que o Hospital das Clínicas de São Paulo abrirá 133 novos leitos para atendimento de pacientes com covid-19 na capital. A manutenção dos leitos será bancada pela iniciativa privada. 

São Paulo: Mais de 240 pessoas já morreram à espera de uma vaga em leitos de UTI

Com essa nova abertura serão no total 638 leitos exclusivos para pacientes com a doença. Para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) serão destinados 58 leitos e 75 são de enfermaria. 

Leitos de UTI vazios (novos)

Fotos: Hélia Scheppa/SEI

Doria informou durante a coletiva de imprensa que: “A contratação das equipes que vão trabalhar nesses leitos foi financiada com a doação privada de R$ 5,4 milhões”. De acordo com o governador, os parceiros são a farmacêutica  Eurofarma, o banco BTG Pactual e os grupos EDP Brasil e Cosan. 

A gestão de Doria até agora, usou recursos para bancar a construção de novas fábricas, inclusive a instalação de 19 mini usinas de oxigênio e, a Ambev ficou responsável pela montagem de uma usina do insumo em Ribeirão Preto, no interior do estado.

LEIA MAIS

Governo de São Paulo anuncia compra de 2 mil cilindros de oxigênio

Senado aprova incentivo privado para leitos do SUS

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo: