Hospitais se juntam para importar kit intubação

Os medicamentos necessários estão em falta na maior parte dos hospitais brasileiros

Por: Bianca Antunes | 03 abril - 17:09

Cerca de 420 hospitais privados se juntaram e negociam com duas grandes importadores a compra internacional de medicamentos do kit intubação, que inclui anestésicos, relaxantes musculares e neurobloqueadores.

Esses medicamentos necessários estão em falta na maior parte dos hospitais brasileiros por conta da alta de ocupação de pacientes com covid-19 nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

Segundo CNS, Ministério da Saúde cancelou compra de remédios para intubação em agosto de 2020

Foto: Reprodução/Pixabay

O cadastro dos hospitais foram feitos pela CMB (Confederação das Misericórdias do Brasil), com apoio do SindHosp, sindicato dos hospitais de São Paulo. Os produtos estão sendo procurados nas indústrias farmacêuticas nos Estados Unidos, Índia e outros países da Ásia.

Depois de aprovada, a compra tem prazo de até dois dias para chegar no Brasil. Depois, serão mais dois dias até os hospitais de destino.

Ministério da Saúde e o kit intubação

O Ministério da Saúde prometeu que vai apresentar na próxima semana um cronograma com prazos para a distribuição do kit intubação. Os representantes da pasta afirmaram que estão com dificuldade de encontrar os itens necessários. Leia mais.

LEIA MAIS:

SP deve voltar à fase vermelha, por conta de pequena queda nas internações por covid-19

Brasil tem um quarto das mortes entre nações com mais óbitos

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:


Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você