Hospitais privados planejam compra coletiva de medicamentos para intubação

Analgésicos e bloqueadores neuromusculares estão em falta em todo o país

Por: Sophia Bernardes | 26 março - 14:35

Em São Paulo, com escassez de medicamentos os hospitais planejam fazer uma compra coletiva de kits de intubação para atender os pacientes com Covid-19. Os medicamentos serão importados por meio de um consórcio formados pelos hospitais privados do Estado.

Analgésicos e bloqueadores neuromusculares estão em falta em todo o país, comprometendo o atendimento de pacientes internados com a Covid.

Médicos dando assistência aos pacientes

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Fórum Nacional de Governadores alertou o risco de “um colapso dentro de um colapso” pela falta de medicamentos.

Na última sexta-feira (19), a Anvisa divulgou quatro medidas para evitar o desabastecimento de medicação. Uma delas simplifica os processos de importação de dispositivos médicos e de medicamentos prioritários para o uso em serviços de saúde, mesmo que não regularizados no país, em caráter excepcional e temporário por órgãos e entidades públicas e privadas.

A Secretaria da Saúde paulista informou na terça-feira, 23, que o estoque de medicamentos utilizados para a intubação de pacientes é suficiente para “uma semana para os hospitais públicos que atendem casos de covid-19” no Estado. No Distrito Federal, as prateleiras de medicamentos para pacientes de Covid estão vazias, que são utilizados em processo de intubação dos pacientes na UTI.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Aviões de Viracopos distribuem “kit intubação” para estados

Ministério da Saúde anuncia distribuição do kit intubação

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você