Governo de Minas Gerais abre processos contra três servidores da Saúde após investigar fura-filas da vacinação

Apurações preliminares apontam que há indícios de irregularidades relativas

Por: Marina Correa de Genaro | 24 abril - 17:11

Neste sábado (24), o governo de Minas Gerais informou que a Controladoria-Geral do Estado (CGE) concluiu as apurações preliminares sobre as denúncias sobre irregularidades na vacinação de servidores da Secretaria de Estado de Saúde.

De acordo com o Executivo mineiro, três servidores responderão a processos administrativos. Os nomes não foram divulgados.

Foto: Reprodução/Pixabay

Denúncias sobre desrespeito à ordem de prioridade da imunização entre funcionários da Saúde, no mês passado, passaram a ser investigadas pelo governo e também pelo Ministério Público de Minas Gerais e por uma Comissão Parlamentar de Inquérito.

Depois desse caso, o então secretário Carlos Eduardo Amaral, o secretário-adjunto Marcelo Cabral, entre outros servidores, foram exonerados.

Segundo o governo, os servidores irão poder apresentar defesa que será analisada por uma comissão. As investigações também serão encaminhadas ao Ministério Público de Minas Gerais e à CPI, que também investigam a ocorrência.

“Em função da extensão das apurações e dos indícios levantados pelas investigações preliminares, a realização dos trabalhos continua, por meio de novos procedimentos correcionais e de auditoria, para aprofundar as investigações”, complementou o governo.

Nesta sexta-feira (23), a CPI dos Fura-filas se reuniu para discutir o conteúdo de um áudio que teria sido gravado durante uma reunião entre o ex-chefe de gabinete da secretaria, João Márcio Silva de Pinho, o ex-assessor-chefe de Comunicação do órgão, Everton Luiz Lemos de Souza, e outros dois servidores não identificados.

Nele, eles sugerem que os funcionários deixem o teletrabalho e retornem para o serviço presencial.

LEIA MAIS

Covid: 1,2 milhão de genomas já foram registrados em banco de dados

Ministério da Educação pulou etapas no processo de seleção de livros para escolas da rede pública

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você