Fiocruz diz que situação da pandemia no Brasil continua crítica

Boletim mostra que, apesar da queda no número de casos e óbitos, taxa de letalidade segue em alta

Por: Maria de Toledo Leite | 28 abril - 20:46

O Boletim Extraordinário do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta quarta-feira (28), aponta queda no número de casos, morte e taxas de ocupação de leitos de UTI no Brasil, mas destaca que a pandemia do novo coronavírus continua em níveis críticos.

Isso pode ser explicado pela alta taxa de letalidade do vírus no país, que subiu de 2%, no final de 2020, para 4,4% na última semana (18 a 24 de abril).

Foto: Reprodução/Twitter

A publicação da Fiocruz diz que a quantidade de casos diminiuiu em 1,5% ao dia. Já o número de casos da doença caiu em 1,8% ao dia, representando uma tendência pequena de queda nas duas taxas, “mas ainda não de contenção da pandemia”, segundo os especialistas.

Sobre a ocupação de leitos de UTI, o boletim apontou que o Estado de Alagoas saiu da zona de alerta crítico e foi para a de alerta intermediário. Paraíba também saiu da zona de alerta, com uma redução nas taxas de 63% para 53%.

Para os pesquisadores da fundação, os dados atuais podem representar uma desaceleração da pandemia, como aconteceu no meio de 2020. Porém, desta vez os números de casos e óbitos são muito mais altos, o que indica “a intensa circulação do vírus no país.”

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Covid: Brasil registra 3.163 mortes em 24 horas e ultrapassa a marca das 398 mil vidas perdidas para a doença

Covid-19: Variante indiana é detectada em “pelo menos 17 países”, diz OMS

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você