Feriadão no Rio conta com 371 multas e 5.000 autuações por desrespeito a restrições

Mesmo com as medidas restritivas, praia de Copacabana teve movimentação alta no último domingo (28)

Por: Maria de Toledo Leite | 31 março - 19:44

371 multas já foram aplicadas a estabelecimentos, banhistas e vendedores ambulantes pela Prefeitura do Rio de Janeiro, devido ao descumprimento das medidas de distanciamento social. Na última sexta-feira (26), o “feriadão” de dez dias teve início no estado, com o objetivo de conter a pandemia do coronavírus.

Só nos últimos cinco dias, foram registradas 5.098 autuações (multas, interdições, infrações sanitárias, reboques e apreensões). Até agora, 48 bares e restaurantes foram fechados por irem contra as regras de distanciamento, segundo a Seop (Secretaria de Ordem Pública).

Prefeitura do Rio registra 736 autuações no primeiro dia do feriado

Eduardo Paes de máscara preta, sentado e segurando um papel nas mãos

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

No momento, a capital adotou medidas intensas de restrição e os únicos serviços autorizados para funcionamento são os considerados como essenciais, ou seja, atividades como lazer, como ir à praia ou ao bar, estão vetadas. A multa individual para quem infrigir o decreto é de R$ 562,42, que também se aplica para pessoas que circularem sem máscara.

A fiscalização é feita por agentes da Seop, da Guarda Nacional, do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária e com o apoio da Polícia Militar. Só nesta terça-feira, foram aplicadas 764 autuações.

Relaxamento das restrições

Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, afirmou ontem (30) que o feriado aderido tem ajudado a frear a contaminação pelo coronavírus e menciona possibilidade de afrouxar parte das medidas a partir da próxima semana.

Mesmo com certa quantidade de multas aplicadas, a circulação de pessoas pela cidade diminuiu bastante desde sexta-feira (26), sendo que 90% menos de veículos foram vistos pelas ruas. No entanto, transportes públicos seguem cheios. Esses dados foram apresentados pela prefeitura do Rio.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Rio de Janeiro registra maior ocupação de leitos de UTI desde o começo da pandemia

Multa para quem não respeitar lockdown pode chegar a R$ 1.250 em SP

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você