EUA: Pfizer solicita uso emergencial de vacina em adolescentes de 12 a 15 anos

Estados Unidos buscam ampliar vacinação contra a Covid-19

Por: Marina Correa de Genaro | 10 abril - 17:11

De acordo com a comissária Janet Woodcock, do Food and Drug Administration (FDA, órgão semelhante à Anvisa no Brasil), será avaliado “o mais rápido possível” o pedido da Pfizer para expandir a autorização de uso emergencial da vacina contra Covid-19 para incluir pessoas com idades entre 12 a 15 anos nos Estados Unidos.

A Pfizer solicitou nesta sexta-feira (9) ao FDA a autorização.

Vacina da Pfizer

Foto: Agência Brasil/Divulgação

 

“Embora o FDA não possa prever quanto tempo levará nossa avaliação dos dados e informações, analisaremos a solicitação o mais rapidamente possível usando nossa abordagem completa e baseada na ciência”, disse Woodcock no Twitter.

A empresa farmacêutica disse em um comunicado que buscará decisões semelhantes por outras autoridades ao redor do mundo e provavelmente não pedirá ao seu comitê consultivo de vacinas para opinar sobre o pedido.

“Essas solicitações são baseadas em dados do ensaio principal de Fase 3 em adolescentes de 12 a 15 anos de idade com ou sem evidência prévia de infecção por SARS-CoV-2, que demonstrou 100% de eficácia e resposta robusta de anticorpos após a vacinação com a nossa vacina “, disse a Pfizer em um comunicado.

Segundo dados publicados na quinta-feira (8), mais de 66 milhões de pessoas receberam as duas doses, enquanto mais de um terço dos americanos receberam pelo menos uma dose.

LEIA MAIS

Segundo Fiocruz, número de mortos da covid-19 aumentou em 468,57% entre janeiro e março; Casos confirmados aumentaram em 701,58%

EUA fizeram 8,8 mais testes contra covid-19 do que o Brasil

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você