Estudo relata morte de paciente da Covid após reinfecção por diferentes variantes

O homem, de 39 anos, com histórico de comorbidades foi contaminado com nova variante originada em Manaus, em novembro de 2020, sem sintomas

Por: Sophia Bernardes | 21 abril - 10:56

Um estudo investigou o caso de um paciente que morreu após se infectar duas vezes com diferentes variantes da Covid, Campo Bom no Rio Grande do Sul.

O homem, de 39 anos, com histórico de comorbidades – doença cardiovascular e diabetes – foi contaminado com nova variante originada em Manaus, em novembro de 2020, sem sintomas.

Foto: Agência Brasil

Pouco mais de três meses depois, ele contraiu outra variante (P.2), do Rio de Janeiro. Ele foi intubado e morreu no dia 19 de março.

Pesquisas já apontaram que a variante originalmente no Amazonas é mais transmissível. O surgimento de novas linhagens Sars-CoV-2 é uma preocupação mundial.

De acordo com cientistas, as novas cepas estão relacionadas ao aumento das taxas de transmissão em várias regiões do País.

Médico e pesquisadores enxergam o Brasil como uma espécie de “celeiro” de novas variantes, o que pode ameaçar o grau de proteção das vacinas, uma vez que ainda não se sabe com precisão a eficácia dos imunizantes contra essas novas formas do vírus.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Veja quais são as principais variantes do coronavírus e a preocupação dos especialistas sobre elas

Anticorpo da alpaca neutraliza principais variantes da covid-19, incluindo a brasileira

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você