Estudo considera que o governo brasileiro errou no combate ao coronavírus, combinando inação e falhas

A pesquisa foi publicada na revista Science e cita cinco motivos para a propagação do vírus nos estados

Por: Aline Bueno Silvestre | 15 abril - 21:46

Um estudo feito por pesquisadores e publicado na revista Science apontou que o Brasil errou no combate ao coronavírus. A combinação perigosa considerada por eles une incentivo a remédios sem tratamento e outras falhas.

“No Brasil, a resposta federal foi uma combinação perigosa de inação e erros, incluindo a promoção da cloroquina como tratamento, apesar da falta de evidências científicas”, dizem.

Estudo aponta que governo brasileiro errou na tentativa de combate ao coronavírus

Foto: Reprodução/Pixabay

Além disso, eles ressaltam que o fracasso pode facilitar para que novas variantes apareçam no Brasil, o que pode levar o país a uma crise humanitária que poderia ter sido evitada.

Variante da Covid-19 encontrada em Manaus está em 52 países, segundo a OMS

Eles citaram também cinco motivos para a propagação do vírus nos estados do país. O primeiro é o fato do Brasil ser grande e desigual, o que leva a quantidades diferentes de recursos para conter a pandemia, como leitos hospitalares.

Outro fator influenciável é a rede urbana que não teve serviços, negócios e transportes interrompidos. Outro motivo é as desavenças entre o governo federal e os governadores.

Eles consideram, também, o vírus ter circulado no Brasil por mais de um mês sem detecção. O último motivo relatado no estudo foi as cidades com diferentes medidas de restrição.

*Com informações do G1.

LEIA MAIS:

Abril pode chegar a 24 mil mortes e ser o mês mais letal da pandemia de Covid-19

Cármen Lúcia dá cinco dias para Lira explicar por que não abriu um processo de impeachment contra Bolsonaro

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você