Estudo confirma primeira morte por reinfecção do coronavírus no Brasil com variantes diferentes

Na primeira infecção, o homem não teve sintomas, mas morreu vítima da reinfecção nesta terça-feira (19)

Por: Bianca Antunes | 20 abril - 17:44

Em um intervalo de três meses 11 dias, um homem de 39 anos e morador do município de Campo Bom (RS) foi infectado por duas variantes diferentes do coronavírus. Na primeira infecção, o homem não teve sintomas, mas morreu vítima da reinfecção nesta terça-feira (19).

Esse foi o primeiro caso confirmado de morte por reinfecção pelo novo coronavírus no Brasil. O caso foi relatado em um artigo científico produzido por 15 pesquisadores brasileiros comandados pelo Laboratório de Microbiologia Molecular da Universidade Feevale (RS).

Foto: Divulgação/Pixabay

O artigo foi publicado ontem (19) na plataforma Research Square em pré-impressão, ainda em fase de revisão. “A análise genômica mostrou diferenças geneticamente significativas entre os vírus recuperados em ambas as infecções”, afirmam os pesquisadores.

De acordo com o estudo, o paciente possuía doença cardiovascular crônica e diabetes. Em sua primeira infecção, a variante responsável foi a P.1, conhecida como variante de Manaus. No segundo, a variante foi a P.2, a variante do Rio de Janeiro. Leia aqui tudo sobre as variantes de coronavírus que circulam pelo país. 

O estudo apontou que a segunda infecção evoluiu com complicações, “sendo o paciente encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e intubado devido à grave perda de capacidade pulmonar”.

LEIA MAIS:

Vacinação de pessoas com 65 e 66 anos começa nesta quarta-feira (21) em São Paulo

Câmara aprova urgência para tratar sobre projeto que acaba com a Lei de Segurança Nacional

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você