Estado de SP chega a 510 pacientes que morreram à espera de leito de UTI

91,4% dos leitos estão ocupados no estado, onde 13 mil pacientes estão internados em UTIs

Por: Murilo Amaral Feijó | 04 abril - 16:29

No último sábado (3), um homem de 73 anos morreu na fila por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), em Taboão da Serra, Região Metropolitana de São Paulo.

Agora, o total de paciente que morreram à espera de um leito chegou a 510, no estado de São Paulo.

Profissionais da saúde regulando respirador em hospital

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Neste domingo (4), SP tem 91,4% dos leitos de UTI ocupados, enquanto a Região Metropolitana tem 91%. No estado, são mais de 30 mil pacientes internados, sendo 13 mil em UTI.

A taxa diária de internados com covid-19 em UTIs no estado tem uma pequena queda. Desde o dia 19 de março, o número de internações vem diminuindo. Segundo João Gabbardo, coordenador-executivo do Centro de Contingência da covid-19 de SP, o crescimento, que era de 3%, caiu para 0,7%.

Porém, as mortes no estado continuam subindo. A última semana, entre os dias 29 de março e 3 de abril, foi marcada como a mais letal em SP, desde o início da pandemia, com mais de 5 mil mortes por covid-19.

Nas últimas 24h, São Paulo registrou 270 mortes por covid-19 e confirmou 7.196 novos casos de infecções pelo coronavírus. No total, 77.020 pessoas já morreram no estado e 2.527.400 casos foram confirmados.

LEIA MAIS NOTÍCIAS

Secretaria abre cadastro para vacinar profissionais da educação em SP

Segundo estudo, Brasil terá quase 100 mil óbitos por covid-19 em abril

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você