Em reunião com Bolsonaro, autoridades defendem “graus de isolamento”

Em discussão sobre a pandemia, a maioria dos chefes de poderes, governadores e ministros apoiou medidas de restrição de circulação de pessoas

Por: Maria de Toledo Leite | 24 março - 16:58

Nesta quarta-feira (24), Cláudio Castro (PSC), governador do Rio de Janeiro, informou que autoridades presentes na reunião entre chefes de poderes no Palácio da Alvorada defenderam os “graus de isolamento” social com o objetivo de frear a contaminação pelo coronavírus.

Além de Castro, o encontro contou com mais seis governadores, ministros do governo federal e os presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara dos Deputados, Arthur Lira.

Mesmo após uma semana de fase emergencial, taxa de isolamento segue em 43% no estado de SP

Frente do Palácio da Alvorada

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Depois do encontro, Castro deu uma entrevista na qual contou que a reunião discutiu a criação de uma “coordenação nacional” para o combate à pandemia. Essa coordenação lidaria com questões técnicas sobre medicamentos e tratamentos padronizadas pelo Ministério da Saúde.

Bolsonaro, depois da reunião, fez pronunciamento e revelou a criação de um comitê com o Congresso Nacional. O objetivo seria definir ações que contenham a Covid-19.

Em relação a medidas restritivas para controlar a pandemia, o governador do Rio de Janeiro disse que a grande maioria das autoridades presentes na reunião apoia a existência de diferentes “graus de isolamento”. Castro também se posicionou sobre aderir ao lockdown e disse que é contra “fechar tudo”, mas apoiou o isolamento social.

O governador afirmou que irá publicar um novo decreto nesta quarta-feira com medidas que limitem a circulação as atividades em todo estado do Rio de Janeiro por 10 dias.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

RJ aprova lei que prevê multa de até R$ 37 mil para quem furar vila da vacina de covid-19

Em pronunciamento, Dória anuncia vacinação para profissionais da educação e de segurança

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você