Economistas e empresários pedem medidas efetivas para combater a Covid-19

Mais de 500 pessoas assinaram a carta

Por: Marina Correa de Genaro | 22 março - 17:08

Economistas, ex-ministros, banqueiros e empresários divulgaram neste domingo (21) um manifesto pedindo ao poder público medidas mais eficazes de combate à pandemia da Covid-19.

A carta recebeu mais de 500 assinaturas e deve ser enviada para o Ministério da Economia e aos presidentes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Senado e da Câmara. A carta cita medidas urgentes, como acelerar o ritmo da vacinação contra Covid-19, distribuir máscaras gratuitamente e orientar sobre a sua utilização

Aglomeração

Foto: Agência Brasil/Divulgação

O grupo afirma que o Brasil é hoje o epicentro mundial da Covid-19, que a situação econômica e social é angustiante e que está recessão foi causada pela pandemia e não será superada enquanto a mesma não for controlada por uma atuação competente do governo federal.

Assinam o manifesto, entre outras pessoas, os ex-ministros da Fazenda Marcílio Marques Moreira, Pedro Malan, Maílson da Nóbrega e Rubens Ricupero; os ex-presidentes do Banco Central Affonso Celso Pastore, Arminio Fraga, Gustavo Loyola, Ilan Goldfajn e Pérsio Arida; e os ex-presidentes do BNDES Edmar Bacha e Eleazar de Carvalho.

LEIA MAIS:

Paes critica medidas do governador que abre o comércio no RJ durante feriado antecipado

Sem reposição de cilindros, cidades de São Paulo têm estoque de oxigênio para até 4 dias

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você