Cresce 40% a demanda por oxigênio nos hospitais de São Paulo

Empresas responsáveis pela produção e distribuição dos cilindros afirmaram que o estado não ficará desabastecido

Por: Caroline Ripani | 23 março - 13:16

Nesta terça-feira (23), a secretária de Desenvolvimento Econômico do estado de São Paulo, Patrícia Ellen, afirmou à CNN, que a demanda por oxigênio nos hospitais locais cresceu 40%.

Segundo Patrícia, a alta na demanda não foi só na rede estadual. “As empresas também relataram um crescimento maior principalmente em UPAs [Unidade de Pronto Atendimento], UBS [Unidade básica de saúde] e hospitais de pequeno porte que dependem mais de cilindros de oxigênio”, relatou.

Cilindro de oxigênio

Foto: Reprodução/Pixabay

Em reunião com o governador de São Paulo, João Doria, na última segunda-feira (22) as empresas responsáveis pela produção e distribuição dos cilindros de oxigênio afirmaram que o estado não ficará desabastecido.

“A expectativa é que possamos ter um levantamento de pelo menos 3 mil cilindros”, disse Ellen.

Para complementar a demanda no estado, a Ambev anunciou também na segunda-feira (22), uma nova usina de oxigênio em Ribeirão Preto. O prazo de construção da usina é dez dias e ela será responsável pelo fornecimento de 120 cilindros por dia.

*Com informações da CNN.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Sem reposição de cilindros, cidades de São Paulo têm estoque de oxigênio para até 4 dias

Antes de sua saída, Pazuello anuncia redistribuição de oxigênio para estados

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você