Covid: Brasil registra 3.481 mortes nas últimas 24h e ultrapassa a marca dos 378 mil mortos pela doença

A média móvel de óbitos dos últimos 7 dias é de 2.830

Por: Maria de Toledo Leite | 20 abril - 20:57

Nesta terça-feira (20), o Brasil registrou 3.321 vidas perdidas para a Covid-19 e 73.172 novos diagnósticos da doença. Com esse números, o país ultrapassou as 378 mil mortes, contabilizando 378.003 óbitos desde o início da pandemia.

No Brasil, a média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 2.830, o que indica um aumento de 3% em relação aos números de 14 dias atrás, apontando uma tendência de estabilidade.

Já são 90 dias seguidos no Brasil com a média acima da marca de mil, 35 dias acima dos 2 mil mortos e 25 dias acima da marca de 2,5 mil.

Em relação aos casos confirmados de coronavírus, no total o Brasil soma 14.050.885 pessoas que já tiveram ou têm a doença, desde o início da pandemia. A média móvel de casos nos últimos 7 dias é de 64.188.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, dessas 14 milhões de pessoas diagnosticadas no país, 12.561.689 já conseguiram se recuperar. Porém, entidades e especialistas já disseram que a consequência a longo prazo da doença não é conhecida ao certo.

O país tem o número de casos da Covid-19 estabilizado, mas ainda está entre os maiores do mundo.

Um estudo publicado nesta segunda-feira (19), confirmou a primeira morte por reinfecção do coronavírus no Brasil com variantes diferentes. A vítima não teve sintomas na primeira vez, mas acabou morrendo ao contrair o vírus novamente. A Fiocruz já havia apontado a possibilidade da reinfecção por Covid-19 trazer sintomas mais severos.

A campanha de vacinação no Brasil está acontecendo, porém tem um ritmo lento. Segundo dados divulgados ontem (19), 26.654.459 brasileiros receberam a primeira dose de imunizante, o mesmo que 12,59% da população. Em relação à segunda dose, apenas 4,78% das pessoas já a recebeu.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Ministério da Saúde negocia mais 100 milhões de doses da vacina contra covid-19 da Pfizer

Anvisa pede que Supremo suspenda prazo para decidir sobre importação da vacina Sputnik V

Confira os últimos acontecimentos no Estado de São Paulo:

Deixe seu comentário

BOMBOU!

Recomendadas para você